Silent Hill 4 – The Room (Revelações)

Publicado: 28/02/2011 em Silent Hill

Este Silent Hill, é o que na minha humilde opinião mostra a história de modo mais claro, entre os jogos da série. Não que a história seja mais simples que as outras, porém, ela desenvolve-se quase toda com base em registros. Antes de chegar ao fim do jogo, já se tem acesso a toda ela no seu Scrapbook O apartamento funcionava normalmente, até que os pais de Walter Sullivan, que moravam no apartamento 302, tiveram um bebê que não podiam sustentar. Então, arrumaram as malas, e na noite que a criança nasceu, deixaram ela lá e fugiram. A criança (Walter) foi encontrada por Frank Sunderland(síndico do prédio, que ficou com seu cordão umbilical) e dada como abandonada, e foi levada para um orfanato na floresta de Silent Hill. Esse orfanato era comandado pelo culto (Aquele mesmo culto dos outros jogos) e ensinaram ao Walter muitas coisas, rituais e etc. Um dia levaram Walter para “conhecer sua mãe”. Só que, ao invés de procurarem a mãe verdadeira, levaram-no para o apartamento 302, e a pobre criança ficou com a idéia de que o apartamento 302 era sua mãe.

Então, sempre que pôde, Walter ia visitar o apartamento, o que incomodava os moradores do edifício. Um dia, logicamente, o apartamento foi alugado, e Walter não pôde mais ir visitá-lo.

Depois disso, Walter aprendeu um ritual chamado “Ritual of Holy Assumption”, que de acordo com textos encontrados no jogo, Walter deveria fazer 21 vítimas, arrancando seus corações. Seriam 10 pessoas quaisquer, depois ele mesmo, depois outras dez pessoas específicas. Estas dez específicas seriam eleitas de acordo com os seus caracteres. Void (Vazio), Darkness (Trevas), Gloom (Tristeza), Despair (Desespero), Temptation (Tentação), Source (Fonte), Watchfulness (Observação), Chaos (Caos!), Mother (Mãe) e Receiver of Wisdom ( Recebedor da Sabedoria).

Walter pretendia utilizar este ritual para levar o apartamento 302 para o seu outro mundo, e assim ficariam juntos para sempre. Walter começou assim que pôde. E marcava os números em suas vítimas, exemplo: 16121 que creio que possa ler 16/21 (16 de 21).

Vítimas: Desconheço alguns dos escolhidos, mais colocarei os conhecidos. – Para a vítima de Despair (Desespero) foi escolhido Joseph Schreiber, um jornalista que pesquisava casos estranhos. Ele começou a aprofundar-se na história de Hope House e de Walter. E como ele foi morar no apartamento 302, coisas estranhas começaram a acontecer com ele e com o apartamento. Ele foi entrando em desespero, enchendo a casa de velas. Até que ele descobriu que o corpo de Walter estava numa salinha secreta. Mas ele não conseguiu entrar lá e acabou sendo consumido por esse mundo estranho. – Para a vítima de Temptation (Tentação) foi escolhida Cynthia Velasquez, uma mulher promíscua. – Para a vítima de Source (Fonte), Jasper Gein, que vivia espionando e vasculhando o orfanato, que era a fonte de todo o problema. – Para a vítima de Watchfulness (Observação), foi eleito Andrew DeSalvo, que trabalhou no orfanato, e mesmo não fazendo parte do culto observava as crianças. – Para a vítima de Chaos (Caos) foi escolhido Richard Braintree. Eu não sei o exato motivo, mas ele era vizinho de Henry e parecia ser um homem nervoso e desequilibrado. – Para Mother (Mãe) foi escolhida Eileen Galvin, porque era uma bela e jovem mulher – E para a vítima de Receiver of Wisdom ( Recebedor da Sabedoria), Henry Townshend. Então a Henry foi dada a “honra” de receber informações e mais informações e de testemunhar os acontecimentos.

Sobre as dez primeiras vítimas só se sabe que a número 04121 era Steve Garland, dono de um petshop, morto a tiros de metralhadora (segundo um jornal achado no chão do Building Word). As vitimas 07121 e 08121 eram os irmãos Billy e Miriam Locane, cujo assassinato é mencionado em Silent Hill 2.

Rituais: Ritual of Holy Assumption = Os 21 sacramentos que Walter acredita que vai libertar a alma de sua mãe (Apartamento 302) e trazê-la para junto dele. Crimson Tome = É um ritual de reversão ao do “Holy Assumption”. Ele fala da origem macabra do “Holy Assumption”. Ele manda basicamente: Enterrar parte da carne da mãe dentro da carne do conjurador, no caso, Walter. E perfurar o corpo do Conjurador com as oito lanças do Void, Darkness, Gloom, Despair, Temptation, Source, Wathcfulness e Chaos. Ou seja, uma lança por cada uma das vítimas especiais. Assim, o super corpo do conjurador, Walter, vai tornar-se humano novamente.

“Pequeno” Walter e “Grande” Walter: Acredito que Walter teve um tipo surto psicológico não pode mais visitar sua “mãe” e acabou entrando em algum tipo de conflito com ele mesmo e se dividiu em pequeno Walter, que ficou com o lado inocente, que apenas queria ficar junto com sua mãe, e o Walter adulto, que ficou com o lado agressivo e quer completar os 21 sacramentos de qualquer maneira para libertar sua “mãe”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s